quarta-feira, 11 de novembro de 2009

ALDEIAS GALAICAS cap.I -Vila do SOAJO



Vamos começar a contar a história de algumas Aldeias Galaicas...

Esta primeira é desde há muito Vila, foi concelho até meados do SécXIX...
Tem uma história própria e tradições específicas.
Fica no Alto-Minho e a raia está ali bem perto...

Conta-se esta história, porque Michel Giacometti nos deixou escrito este belo texto - resumo dessa história...e gravou estas belas imagens irrepetíveis...sem a ajuda dele esta tarefa seria bem mais difícil...e é a ele que lhe prestamos homenagem:


(Michel Giacometti)

E fala-se de agricultura, de Brandas, de Combatividade do Povo...e de muitas outras histórias já aqui faladas, entre elas o "Jogo do Pau", os Espigueiros, etc...



SOAJO...diz assim o texto:


"No concelho de Arcos de Valdevez, Alto-Minho, o SOAJO - povoação caracteristicamente montanhesa no sopé da serra que tem o seu nome - vive ao ritmo lento do trabalho agrícola e do pastoreio. O pousio é desconhecido e a agricultura praticada em pequenas glebas dispersas pelas encostas. As culturas limitam-se ao milho -de regadio e sequeiro - centeio, batatas, vinho, azeite, cera e mel. Na pastorícia, por "vezeiras", os rebanhos pertencentes a diversos donos são guardados pelo mesmo pastor. O gado é levado para a serre, onde fica até Setembro, o mais tardar princípios de Outubro - altura em que se colhe o milho. No interior da serra - dada a exiguidade das áreas cultivadas em redor da povoação - encontram-se as chamadas "BRANDAS", núcleos de povoamento temporário de carácter agricola ou pastoril ou misto, constituidos por choupanas e leiras de cultivo, onde o Soajeiro habita apenas na altura das sementeiras e das ceifas.


(uma BRANDA)

O Pelourinho, "rude no material e na arte", segundo LEITE DE VASCONCELOS, e cujo simbolismo é diversamente interpretado.


(Pelourinho do Soajo)

Em volta da eira comum, a presença - hierática - dos espigueiros, mais conhecidos por canastros ou caniços - onde o milho vai a secar antes de ser malhado. Para evitar a subida de roedores, os espigueiros têm a sua armação assente sobre pedras arredondadas ou mós. As fendas verticais destinam-se à ventilação.
Quem pretende utilizar a eira comum para a sua malha, coloca, na véspera do dia, uma vassoura de giesta debaixo de uma pedra, sinal por todos entendido.


(A Eira dos Espigueiros - Eira do Penedo)

Solidários entre si, os Soajeiros são conhecidos na nossa história pela sua independência e espírito de combatividade, de que é exemplo, entre outros, a figura quase lendária do Juíz do Soajo, e sem esquecer a fomosa rixa que eles, Soajeiros, há pouco mais de meio século tiveram com gente dos Arcos de Valdevez, onde um dos seus tinha sido maltratado. Combinada a desafronta, juntou-se um numeroso grupo de Soajeiros que, no dia marcado, varreu literalmente a Feira dos Arcos com paus, de que eram temidos jogadores. A quem procurava dissuadi-los, respondiam - "quando saímos do Soajo, já os sinos ficaram a tocar pelos que hão-de morrer".

Os Soajeiros conseguiram do Rei D. Dinis que "não seja permitida demora dos cavaleiros fidalgos naquelas paragens, senão o tempo suficiente que leva a esfriar um pão, exposto ao ar, na ponta de uma lança".
A deliberação tomada por aquele Rei respondia a uma queixa que lhe apresentaram os Soajeiros contra os fidalgos, os quais, "tratando-lhes as filhas e as mulheres pouco decorosamente", foram compelidos a "vender tudo o que ali possuiam e ir morar noutra parte, não sendo nunca mais permitido a qualquer fidalgo ou cavaleiro adquirir bens do dito concelho"."

Autor: Michel Giacometti



9 comentários:

Paulo César disse...

O Soajo é uma das maravilhas do nosso país, todos os anos faço por fazer lá uma visita. Excelente post ! Fiquei curioso com a rixa entre soajeiros e arcuenses...

Lola disse...

Galaico,

Venho deixar um abraço.

E admirar o Soajo.

Caminhei bastante pela serra...

Beijos

Armando disse...

Uma preciosidade! Parabéns pelo blog. Cumprimentos.

O Galaico disse...

Ola Sr. Armando.

Obrigado nos pela visita.

Clara disse...

Soajo é realmente Belo e bucólico. Este post deixou-me um gosto de Saudade...

Anónimo disse...

Perco-me neste blog. Para quando um "estudo" sobre a Serra de Arga? Espero para ver.

Fernando_MC_Barros disse...

...um dos contribuidores do Blog até é da serra d'arga...quem sabe ele faça algo...cumprimentos...

majosilveiro - João da mestra disse...

Uma das mil maravilhas de Portugal. Fiquei maravilhado. Abraços para todos os contribuidores e, neste caso, para Fernando Cerqueira Barros.

majosilveiro - João da mestra disse...

SOAJO; Uma das mil maravilhas de Portugal. Esta, é um "diamante" na serra. Fiquei maravilhado com a qualidade. Abraços para todos os contribuidores e, neste caso, para Fernando Cerqueira BArros.