quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Janeiro, Reis e Janeiras!


Janeiro é para mim um dos meses mais interessantes do ano por causa da tradição secular das Janeiras.

As memórias de infância permanecem bem vivas e lembro-me como se fosse hoje da excitação que causava o facto de receber uns Reis em casa ou de ir cantar os Reis à casa dos amigos e família. Até porque isso significava sempre andar na boa vida até altas horas da madrugada em dias de escola...

Recordo-me dos ensaios, dos planos secretos para que o patrão da casa não suspeita-se de nada, do frio a gelar o nariz e os dedos, da voz da cantadeira, do cheiro a lenha queimada das lareiras que invadia a atmosfera da aldeia, o som dos instrumentos, o tremer da terra sob o poder dos morteiros e, sobretudo, da festa no interior onde se comia, ria bebia e dançava!

Os Reis, vulgas Janeiras ainda estão, felizmente, relativamente bem conservadas. Contudo, são cada vez mais reproduzidas por grupos folclóricos e outras instituições à procura de ajudas financeiras.

Isso, bem que não sendo reprovável, não atribui às Janeiras o seu verdadeiro papel social que era, em ultima análise, utilizar a metáfora da visita dos três Reis magos ao menino Jesus, para desejar aos entes queridos um bom e próspero ano. Porém, muito antes da Cristianização deste hábito, os povos antigos já tinham esta tradição mas, desta feita, para anunciar o Solstício de Inverno.

Assim sendo, deixo os leitores deste modesto sítio com a minha ainda mais modesta interpretação de umas Janeiras tradicionais do Norte de Portugal, acompanhadas por algumas quadras também elas típicas da época.

Bom ano a todos!


5 comentários:

Jorge Mendes aka DV disse...

Conheço bem estes reis, e na minha terra, que sou de Sande S.Martinho Guimarães, existe(ou existia melhor dizendo) uma tradição de reis que pertencia à família e passava de pais para filhos. A minha família do lado do meu avô paterno cantava os «Reis Albinos». Infelizmente não sei muito sobre isso, mas o teu post é uma boa dica para na próxima reunião de família falar disso, registar e até blogar. Cada vez que venho ao teu blog é como regressar a casa, eu que leio de Lisboa. Bom trabalho.

O Galaico disse...

Olá caro "vizinho" (S.Martinho está mesmo aqui ao lado... )Jorge,

Obrigado pelo comentário.

De facto estes Reis parecem ser tradicionais por estas bandas.

Não se esqueça de vir explicar isso dos Reis Albinos aqui à malta que o nosso apetite é insaciável!

Já agora, bom ano e boa sorte aí pela capital!

Paulo César disse...

O da concertina não será o Belinho Piairo ?

O Galaico disse...

Ola caro Paulo César.

Por acaso não é o Belinho Piairo.

Sou mesmo eu (OGalaico)!

Estes reis foram-me ensinados desta forma mas não estão totalmente correctos.

A moda antiga das terras mais a Norte do Concelho de Guimarães é bem mais melódica e cantável.

Felizmente tenho uma gravação com cerca de 18 anos e vou ver se ajusto esta musica!

Maria disse...

Adoro quando tu escreves assim... :)

E também gostei da cantiga dos reis, mas sobretudo porque eras tu na concertina... :P

Já agora, não sei se sabes, mas a Caçada Selvagem acontecia no período que vai do dia 1 de Novembro ao dia 6 de Janeiro. ;)