sexta-feira, 13 de março de 2009

Televisão de serviço publico!

A TVG é sem duvida dos melhores canais de televisão a que temos acesso em Portugal. Obrigado ao compatriota Amil Couto pelos uploads dos seus mais interessantes documentários.

15 comentários:

Fernando_MC_Barros disse...

Muito bem, uma justa referencia ao melhor canal de televisao que temos na nossa lingua.

Verdadeiro serviço publico CULTURAL e HISTORICO.

Destaco aqui o programa ALALA que e sobre musica popular...

...e pena nao termos canais deste nivel em Portugal...felizmente podemos ver este...

JMTinoco disse...

Magnificos documentários estes da TVG. Para quando teremos um canal regional do Minho que possa mostrar a nossa história comum. Quando poderemos dizer como o poeta João Verde:
Vendo-os assim tão pertinho,
A galiza mai-lo Minho
São como dois namorados
que o rio trás separados
Quasi desde o nascimento.
Deia-los pois, namorar
Já que os pais para casar
Lhes não dão consentimento.

Amil Couto disse...

Home! O "Historias de Galicia"! hehe
Obrigado pelo subires, caro companheiro.

Em realidade a TVG nom e para tanto, e historicamente estivo ao serviço dos caciques (ao estar dirigida por eles):
Sempre os defendeu nos seus "telexornais", eligeu (conscientemente) a presentadores/as sem sotaque galego, ou que falabam castrapo (mestura de galego e castelhano), e apoiou as "tendencias" (por nom lhe chamar de outro xeito) de Madrid.
Isso unido a que no pais, os galego-falantes somos percevidos coma individuos de escasso sucesso social, provocou o nascimento de um novo "galego da TVG": aseptico, com tom castelam, para usos rituais, e bem defendido dende a "Real Academia" (cuja norma ortografica e outra imposiçom, por decreto-lei, do nacionalismo espanhol: O decreto Filgueira), que esta a fazer moitisimo mal ao idioma, dialectalizandoo, esfaragulhando a lingua dende dentro.
A ultima toleria foi a de traduzir aos falantes com sotaque portugues... que afortunadamente tivo contestaçom social.
So Deus sabe qual sera a vindeira falcatruada. E de agardar que co cambio de gorverno alguns programas desaparezam (Air Galicia, Historias de Galicia, etc.) por subverisvos. Habera que estar atento a que ponhem de novo de aqui a uns meses... um ano maxime.
Com todo, a dia de hojem, estam a emitir algumha cousinha interesante: O Alala, o Historias de Galicia (que na minha opiniom peca de brando), o Galicia Salvaxe, Vivir aqui, Miraxes, etc. E personalmente valoro moitiiiiisimo que seja visto na Gallaecia Bracarense, pelo que pode ter de descuberta cultural mutua. Embora a nossa aportaçom seja tam cativa.
Na web http://www.crtvg.es/ e posivel ver estes programas. Bem ao vivo (TVG en directo), bem elgindo o que se quere ver nalguns casos (Television a carta).
Curiosamente, moitos artabros, se podemos, eligimos ver TV´s portuguesas (ainda que so seja por escoitar a fala), e de feito ha um movemento (que na actual situaçom, com certeza, fracasara) que pide pela recepçom das TV´s portuguesas na Galiza (http://www.agal-gz.org/portugaliza/tvsptnagaliza/ ).

Imagino que o ideal sera aproveitar o que se emita a norte e sul, se nom para o nosso rexurdir cultural, sim, a lo menos, para umha minima mantenza do que queda

Saudaçoes! E obrigado de novo :)

Fernando_MC_Barros disse...

Bom, a gente do lado de ca nao sabe de esses conflitos politicos e culturais que ha...obrigado Amil por nos por de pe atraz.

...mas do lado de ca passa-se o mesmo visto as nossas televisoes falarem a lingua "urbana" de LISBOA e COIMBRA, nao representando dessa forma tambem a idioma falado pelo portugues comum...

...efectivamente e como tudo ha programas que vale a pena e outros que nao, no entanto quando comparada com os canais portugueses, a TVG faz muito mais pela nossa cultura, na minha opiniao, visto a portuguesa nao fazer quase nada...

Vitor disse...

as unicas tvs sobre a Galiza Sul são o RNTV (regiao norte tv) e o Porto Canal.
Infelizmente não estão em sinal aberto (bolas até nisto somos piores) como a TVG.

Deveriam facilitar as TVs em sinal aberto, pois um canal bem feito pode fazer muito pela cultura duma região/ nação.
Infelizmente só colocam entraves e é extremamente dificil criar e fazer sobreviver um canal.

Amil Couto disse...

Perdoenme se percevirom que falava de politica.
So os queria alertar de que como a TVG, fazendo cumha mam cousas moito interesantes pela nossa cultura, tamem coa outra ajuda a sua defenestraçom. E com isso temos que ser criticos, para que a situaçom melhore.

Emocioname ver as suas positivas valoraçons :) Se me permitem umha pequena confesiom... o meu pai leva trabalhando na TVG quasse 20 anos, pelo que na minha casa, essa canle, tem umha significaçom moito especial.

O dia que no Norte fagam umha TV sera um dia de festa para todos. Ogalha chegue aginha. Mas... ha algum projecto de TV ou Radio?


Saudaçoes

O Galaico disse...

Caros amigos,

A TVG é uma bença para muitas pessoas.

A RTPN não tem cunho cultural ne sentimento desta ordem. E apenas uma TV regional banalissima.

Espero que um dia haja uma Gallaecia TV fruto do crescimento do relacionamento da euro-região.

Aí sim poderia ver noticias e cultura que me interessam para além da imposição de temas regionais longínquos que nada tem a ver connosco.


Sr. Anonimo,

Dizer que a Galiza é Castelhana é uma aberração.

Ainda não percebeu que a Galiza começa nas margens do Douro?

Existem Galegos em ambas as margens e isso nada tem a ver com castelhanos.

Vitor disse...

"A RTPN não tem cunho cultural ne sentimento desta ordem. E apenas uma TV regional banalissima"

A RTPN não é uma TV regional.
É uma tv para as noticias, assim como a Sic Noticias.
Antigamente é que tinha um cariz regional, depois de ser comprada a um canal regional do norte. Mas aos poucos foram-se afastando do regionalismo, para fazer um canal nacional de noticias.
RTP Noticias, não é RTP Norte.

também duma empresa pública lisboeta, não se podia esperar nada.

Quanto a uma possivel TV nortenha em sinal aberto, talvez e digo so talvez, com uma regionalização. Agora também depende do tipo de regionalização feito. Claro que Lisboa não dará muita liberdade às regiões para alterarem leis. Seria preciso uma certa liberdade para que a hipotetica Regiao Norte, conseguisse alterar a lei para permitir TVs regionais em sinal aberto.
Bastava o sinal aberto e ja teriamos 2 canais, o Porto Canal e o Regiao Norte TV. Se criassem mais canais Nortenhos melhor.
Por mim era só canais Nortenhos e nada do Sul.

Fernando_MC_Barros disse...

So uma Correcçao...

A RTPN ja nao e um canal regional.

Começou sim, por ser a NTV e depois a RTPN inicial, que era a RTP NORTE/NORTE TV...

Actualmente e RTPN, mas RTP NOTICIAS, portanto N de Noticias e e um canal de noticias a imagem de muitos outros como a Sic Noticias, a TVI24, etc...

Existe e a Regioes TV e o PORTO CANAL...mas ainda estao muito aquem do desejado a este nivel.,...

...por exemplo o PORTO CANAL chegou a passar programas da TVGALIZA...o air Galiza, axo...

Para quando um destes canais ter os apoios e projecçoes necessarias para desenvolverem um trabalho no ambito da CULTURA POPULAR???...

O Galaico disse...

Acho que a inexistência de canais regionais é a cabal falta de perspectiva centralista quanto às necessidades do país.

Quase todos os país civilizados da Europa tem canais regionais em sinal aberto.

A televisão regional permite que se escolham melhor alguns mercados além de falarem de coisas que realmente interessam às populações.

Eu estou farto de ver fado em espectáculos televisivos da rtp. Isso apesar de gostar...

Para quando um festival de folclore? NUNCA .. e sabem porquê? Porque Lisboa não gosta.

A falta de canais regionais é opressiva para os interesses dos espectadores e até dos investidores pois muitos produtos específicos poderiam ser promovidos pela televisão a preços mais modestos caso pudessem ser direccionados para X mercado.

Neste modelo actual somos obrigados a ter acesso a uma informação e propostas globais sem especificidade.

Nmem disse...

lol mesmo com os 2 canais nortenhos estavam fodidos, so teriam fado

Nao tenho o Porto Canal, mas ja o vi algumas vezes e tive sempre o azar de ver fado.
Acho que tem um programa dedicado ao fado todos os dias.
Mais uma vez a enorme ignorancia do povo leva a que responsaveis por meios de comunicaçao façam um erro grotesco, um canal nortenho adopta o fado como musica tradicional em vez do folclore e musica tradicional da regiao.

Seria como a TVG ter um programa de musica andaluza e nao ter nenhum de folclore.

Aposto que no Porto Canal e RNTV também devem dizer que são lusitanos, quando calha falar no caso.

enfim, no pais em que vivemos, ja estamos habituados.
nao admira que sejamos o unico nao regionalizado, o unico sem canais regionais entre muitas outras coisas negativas.

enfim, os nossos antepassados fizeram o país assim, agora temos de o aguentar.

Jaime Cruz disse...

Eporque não exigir este canal que é de todos os galegos, que faça parte da rede difusora portuguesa e emissora national também?

Porque se só o apanhar quem tiver satélite, à gente mais humilde, talvez campesina até que ainda fala esta lingua antiga, não terá acesso a ela, e os meninos da cidade não se interessam com estas coisas da cultura geralmente...

O Galaico disse...

Sr. Jaime Cruz,

De facto este seria o cenário ideal mas duvido que seja possível...

Quem sabe um dia!!

A Couto disse...

De contar co permiso do governo portugues de seguro havera concelhos, universidades, jornais, emisoras de radio, e todo tipo de companhias que queiram entrar no negocio da TV.

O mais grande problema seria a sua visualizaçom em ambas margens do Minho, ja que tenho ouvido que os formatos de compresiom (da TV digital) de Espanha e Portugal difirem (o Portugues e mais moderno), mas de seguro algumha soluçom havera.

O importante e que se comeze a falar do tema, que se escoite nas ruas.
E se nom querem mais fados, que quede em mans de nortenhos.

Fernando_MC_Barros disse...

Sim efectivamente ha um programa de FADO (FADO VADIO) no Porto Canal, todo ele filmado em Casas de Fado do Porto e restantes localidades do NORTE...alias penso que vai havendo quem diga que o fado e nacional, nao apenas do sul...e por acaso ja vi numa recolha popular um aldeao tras-montano a cantar fado...alem do mais certas musicas do nosso folclore nortenho assemelham-se muito ao fado...

O problemna nao esta nem pode estar na existencia do FADO...estara sempre na AUSENCIA do FOLCLORE, ai sim...

...alem do mais nao comparem nunca a presença do fado no norte com uma eventual presença de danças flamengas andaluzes na galiza...em primeiro lugar do norte para o sul, apesar das diferenças estamos na mesma naçao, a mesma lingua, etc...da galiza para a andaluzia...bom quem quiser tire conclusoes mas a diferença e bem maior...

...quanto a TV's??? A TVGALIZA e a que eu vejo...porque nos do lado de ca nao temos nenhuma que ligue a nossa cultura...